• anamoraesdesigner

Quando separar o filhote de cachorro da mãe?

Essa é uma dúvida muito comum entre os tutores, mas afinal será que existe mesmo uma resposta exata para essa pergunta? A verdade é que não existe uma data certa para que essa separação aconteça, afinal, ela não depende apenas dos dias de vida do filhote.

Para que o desmame ocorra sem causar nenhum tipo de trauma físico ou psicológico é importante respeitar o período de amamentação e socialização do cachorro. Quando a separação é feita antes do tempo, o filhote pode desenvolver uma extrema carência, além de problemas relacionados ao desenvolvimento físico e emocional.


A relação entre a mamãe e o filhote neste primeiro momento da vida é muito importante para a saúde emocional e física dos dois. Separamos algumas dicas para ajudar você a entender o momento correto de separação da ninhada, Confira:





Os tutores precisam esperar o momento certo para realizar essa separação, e quando ela acontecer é importante que estejam preparados para suprir todas as necessidade do filhote, oferecendo o necessário para a garantia da saúde e do bem estar do animal!

A separação tem dois pontos principais que devem ser respeitados: A amamentação e a socialização do filhote.


Amamentação:

A alimentação é um fator chave no desenvolvimento de todos os animais, e para os cães, se alimentar do leite materno é mais do que essencial. O primeiro leite produzido pelas cadelas é o colostro, e ele fornece ao filhote uma imunidade passiva que o protege de infecções nos primeiros dias de vida. O leite materno tem uma composição nutricional potente que consegue fornecer os nutrientes necessários para o desenvolvimento e amadurecimento do filhote. Além disso, a amamentação dos filhotes contribui para o desenvolvimento das enzimas, hormônios e defesas do animal.


Socialização:

Respeitar o período materno da cadela com os filhotes também é essencial, afinal é neste momento que ela ensinará à ele o necessário para a comunicação com outros cães e convivência com outras espécies. A educação dos cães começa logo ali, nos primeiros momentos após o nascimento, no convívio com a mãe e possivelmente com outros filhotes. Quando isso não acontece o cão tende a desenvolver possíveis problemas de conduta e insegurança na socialização com outros animais.

E quando é o momento certo?

De uma forma geral, quanto mais tempo o cão puder passar com sua mãe é melhor, mas isso também deve ter um limite. Isso porque a separação tardia também pode causar problemas.

Por isso o tempo mínimo indicado para o desmame é de aproximadamente 6 semanas, mas os veterinários recomendam que esse período seja estendido até 8 semanas, já que neste momento a separação já é altamente indicada. Devendo ser respeitado um limite de 3 meses.

Esperar o tempo mínimo indicado para o desmame é fundamental para o desenvolvimento do cão, mas esse período também é favorável para a saúde das mamães, que entendem esse tempo, de forma instintiva, como o suficiente ao lado de seu filhote.


Mas lembre-se ao separar o filhote da mamãe você precisa estar preparado para suprir suas necessidades básicas, os pequenos são muito mais susceptíveis a desidratação e ainda não possuem anticorpos suficientes se proteger. Por isso, após o desmame ofereça ao filhote uma alimentação apropriada para esta etapa da da vida e sempre deixa á disposição deles água limpa e fresca.


Mantenha a saúde da mamãe e dos filhotes em dia! Se precisar de auxílio veterinário conte com a nossa equipe!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo